Pesquisa

"Jean Wyllys deveria ter ficado no Brasil para a gente protegê-lo", diz Mourão

em quarta-feira, 10 de abril de 2019


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira (09) que o ex-deputado psolista, Jean Wyllys, deveria ter ficado no Brasil para que as forças de segurança brasileira o protegessem.

O vice-presidente afirmou que não há políticas do governo no sentido de atacar quaisquer minorias, e que o deputado deveria ter confiado na lei, na política e na polícia brasileira para o proteger.

No caso específico de Jean Wyllys, particularmente acho que ele deveria ter continuado [no país] e acreditado na nossa lei, na nossa política e na nossa polícia, então a gente poderia protegê-lo. Acho que ele deveria ter ficado. É muito triste quando coisas assim acontecem”, disse Mourão em palestra no Brazil Institute, do Wilson Center.

Mourão também afirmou não haver políticas do governo no sentido de atacar as minorias.

“Nosso governo não tem políticas para perseguir minorias, esse não é o jeito que nos comportamos. Todo mundo que é brasileiro deve continuar no Brasil e deve estar livre de medo”, afirmou o vice-presidente.

“O que posso assegurar é que não há política do governo para perseguir quem quer que seja”.

Com informações da Folha de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo