Pesquisa

Homem que matou ex-namorada e atirou em várias pessoas dentro de uma igreja diz: "Vim do inferno, tenho uma missão".

em quarta-feira, 22 de maio de 2019

Durante o tiroteio na Igreja Batista Shalom, na cidade mineira de Paracatu, o ex-militar Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, disse que havia "voltado do inferno" e precisava cumprir "algumas missões". Na noite desta terça-feira, o homem esfaqueou a ex-namorada e depois matou a tiros três pessoas no centro religioso.

Segundo o porta-voz da Polícia Militar, major Flávio Santiago, testemunhas relataram que Rudson entrou na igreja e logo disparou contra o pai do pastor, Antônio Rama, que morreu no local. Recarregou a arma e fez outra vítima. Policiais que patrulhavam a região ouviram os disparos e seguiram para o local.


Massacre em Paracatu

Na noite desta última terça-feira (21), quatro pessoas foram assassinadas na cidade mineira, que fica na região noroeste do estado. Primeiro ele matou a ex-namorada, Heloísa Vieira Andrade, de 59 anos, depois foi para a igreja e assassinou mais duas mulheres e também o pai do pastor, o senhor Antônio Rama, de 66 anos.



O Major Flávio Santiago foi à casa de sua mãe, onde se encontrava também sua irmã e a ex-namorada. As três estavam em oração, quando Rudson chegou e matou a ex-companheira usando uma faca.
Em seguida se dirigiu à igreja Batista de Paracatu, onde estavam cerca de 20 pessoas participando de uma reunião. Ele arrombou a porta e com uma garrucha calibre 36 começou a fazer os disparos. Os policiais chegaram pouco depois e tentaram negociar a rendição do sujeito, mas como ele continuou atirando, os PMs revidaram e acertaram Rudson, que foi levado para o hospital da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo