Pesquisa

Ao descobrir que também teve o celular hackeado, Bolsonaro diz: ‘Não vão encontrar nada que comprometa’

em quinta-feira, 25 de julho de 2019

Depois de ser informado que o grupo preso por invadir celulares do ministro Sergio Moro e outras autoridades também hackeou seus aparelhos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse estar tranquilo, uma vez que “não vão encontrar nada que [o] comprometa”. Durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (25), ele ressaltou que “informações estratégicas” não são enviadas via mensagem.

“Eu achar que meu telefone não estava sendo monitorado por alguém seria muita infantilidade. Não apenas por eu ser capitão do Exército, conhecedor da questão da inteligência. Sempre tomei cuidado nas informações estratégicas, essas não são passadas via telefone. Então, não estou nenhum pouco preocupado se porventura algo vazar aqui no meu telefone. Não vão encontrar nada que comprometa. […]. Perderam tempo comigo”, declarou.

Segundo Bolsonaro, questões mais delicadas, como “no tocante à Venezuela” e “questões estratégicas para o Brasil” são faladas apenas pessoalmente, dentro de seu gabinete. Segundo informações da Jovem Pan.

"O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira (23). Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Presidente da República".

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo