Pesquisa

Foro de São Paulo ataca o presidente Bolsonaro e defende Nicolás Maduro e liberdade de Lula.

em terça-feira, 30 de julho de 2019


No último final de semana ocorreu o 25º encontro do Foro de São Paulo. A reunião foi realizada em Caracas, na Venezuela, e em sua declaração final emitida após o fim do evento pede o enfrentamento do “avanço da direita sobre os nossos povos”.

O documento divulgado ataca diversos presidentes da América Latina, inclusive o de Jair Bolsonaro, os classificando como ‘neoliberais reciclados, autoritários e protofascistas’.

“[…] governos neoliberais reciclados, autoritários e profascistas, como, segundo o grupo, os de Bolsonaro no Brasil, Iván Duque na Colômbia, e Mario Abdo Benitez no Paraguai, Mauricio Macri na Argentina, Lenin Moreno no Equador e Juan Orlando Hernández em Honduras, que, diz o Foro, “destroem a democracia e direitos sociais conquistados”, cita o documento.

A hipocrisia é evidente, ao mesmo tempo em que apoiam o ditador Nicolás Maduro, ousam acusar os demais governos de autoritários.

A nota ainda defende a liberdade do ex-presidente Lula. Segundo eles o petista preso “é vítima de um abusivo, ilegal e escandaloso exercício do poder judicial contra ele”.

Informações do UOL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo