Pesquisa

Maia grava vídeo para ato em apoio a Glenn Greenwald e The Intercept

em quarta-feira, 31 de julho de 2019

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia gravou um vídeo em que defende o sigilo da fonte para apresentação em um ato convocado pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em solidariedade ao jornalista Glenn Greenwald e ao The Intercept Brasil, que vêm divulgando em parceria com outros veículos supostos diálogos entre o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e Deltan Dallagnol, procurador-chefe da Lava Jato.

“Um hacker que pegou de forma ilegal, ilícita e criminosa dados de terceiros tem que der descoberto e punido. Um agente público que vaza informações sigilosas que estão sob seu comendo também comete um crime. Todos os dois, que passam informações para a sociedade, cometem um ato ilícito.

Mas um agente público entregou a um meio de comunicação, e esse meio deu divulgação, está protegido pelo sigilo [da fonte]”, afirma Maia ao dizer que o preceito é um direito constitucional. O vídeo foi divulgado antes do ato em apoio a Glenn na coluna da jornalista Monica Bergamo, na Folha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo