Pesquisa

Ministro da Educação e família são alvos de protesto de militantes no Pará

em terça-feira, 23 de julho de 2019



De licença não remunerada, prevista na Lei nº 8.112/1990*, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, entrou em discussão com militantes enquanto jantava com a família em um restaurante em Santarém, no Pará, na noite desta segunda-feira (22).

Em uma publicação em sua conta no Twitter, o ministro relatou que estava jantando com sua esposa e com seus três filhos quando foi cercado pelo que chamou de "os mesmos que se dizem defender os direitos humanos".

Sem mais detalhes sobre o que aconteceu, Weintraub disse que seus filhos choraram com o ocorrido.


9 comentários:

  1. Cambada de idiotas não sabem o que falam olha a bagunça não pra acreditar neste tipo de pessoas estou com Sérgio Moro em tudo que ele fizer

    ResponderExcluir
  2. Somente um bando de vagabundos oportunistas. Vergonha, deveriam ter usado jatos d'agua para ve se conseguem limpar o Brasil deste encostados.

    ResponderExcluir
  3. Discutir com pessoas que não tem noção de nada, é perda de tempo ministro.

    ResponderExcluir
  4. Muita falta de respeito com as crianças
    Essa canbada quer lacrar
    Mas o que faz e so se lascar

    ResponderExcluir
  5. Esses são comprados pelo PT. Cambada!!!!

    ResponderExcluir
  6. Coitado do ministro, foi pro ninho de cobras petistas. Essa geração do norte já está perdida. Oarecem papagaios repetindo doutrinação. Triste! Pq não vão pedir para o Lula e Dilma devolverem o futuro deles.

    ResponderExcluir
  7. Cambadas de nojetos, porcos nojetos.

    ResponderExcluir
  8. Ai fica faço... Um bando de gente prolixo com o microfone grunhindo no ouvido dos outros.

    Querem resolver os problemas, que dizem ou entende ter, na base do grito e da violência.

    Anarquista e Comunistas usando Apaches como massa de manobra.

    Até onde vai a capciosidade e a malícia dessa gentalha?!

    Por parte... Todo Brasileiro foi sim, irresponsável em permitir que os comunistas instalasse neste país e destruísse a nossa moral e ética.

    Agora... Fizemos a merda, nada de se culpar, ou jogar a culpa em mais ninguém.

    Bora correr atrás do prejuízo e corrigir o que tem para corrigir.

    Esta é a cruz que devemos carregar e redimir dos nossos erros e pecados!

    Chega de preguiça, bora lutar povo!

    ResponderExcluir
  9. Deus abençõe e protejam os nossos governantes do bem das instituições e do Brasil

    ResponderExcluir



Topo