Pesquisa

Policiais são acusados de torturar homem com esquizofrenia em uma comunidade no Rio de Janeiro.

em sexta-feira, 2 de agosto de 2019


Familiares de um homem com esquizofrenia estão denunciando a Polícia Militar do Rio de Janeiro por tortura, que teria acontecido na última sexta-feira (26), durante uma operação no morro do Chapadão, na zona norte da capital do Estado.

De acordo com a denúncia, o rapaz, que mora com o irmão, estava sozinho quando policiais militares entraram a procura de traficantes em sua casa. Por conta da doença, segundo depoimento, a vítima não teria entendido a pergunta dos PMs.

Segundo a família do homem, os militares, do 41ºBPM (Irajá), foram responsáveis por agredi-lo com um fio de energia elétrica nas costas da vítima, além de revirar armários, camas e quebrar um muro de tijolos no terreno da casa.

A delegada da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque), Marcia Becker, declarou que o exame de corpo de delito feito neste tipo de ocorrência no IML (Instituto Médico Legla) não pode distinguir com que objeto a vítima teria sido agredida.

“O laudo apenas descreve as lesões e constata se existem lesões ou não, além, do nível delas. Nós não requisitamos ainda o que poderia ter causado aquela lesão ou tentar perguntar se poderia ser por um fio, por um cinto ou por algo do tipo”, contou Marcia em entrevista à Record TV Rio.

Os policiais militares envolvidos na operação já foram identificados e têm depoimentos marcados para a próxima segunda-feira (5). A família e a vítima também devem ir à delegacia para novos esclarecimentos nesta semana.

*Com informações do portal R7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo